Fale Conosco

Histórias de Sucesso

  • Gabriela Luciano Borri

    Aprovada no Concurso da Magistratura do Paraná
    “Nunca estamos sós, é verdade.”

    Essa é a frase que resume meus quase quatro anos de estudos no Damásio Londrina até chegar à aprovação no Concurso da Magistratura do Paraná. Nesse período vivi os mais intensos e estressantes anos da minha vida profissional, mas também aprofundei minha relação com Deus e cultivei amizades que levarei a vida inteira. Por isso, venho aqui agradecer todo o apoio que recebi dos profissionais do Damásio Londrina e aos amigos que fiz durante essa fase.

    • A rotina de estudos, o peso, a responsabilidade, a pressão do concurso e o cansaço eram sintomaticamente amenizados pelo ambiente familiar criado pelo Curso do Prof. Damásio – Unidade Londrina. Ali, fizemos amigos sinceros, e é muito bom saber que temos em quem confiar. As pedras que encontramos, os desafios que superamos e as injustiças que sofremos foram compartilhados dia após dia no nosso ambiente de trabalho. Na sala de estudo, cada um na sua cabine de estudo, no seu “mundinho paralelo”, nos dedicamos e incentivamos uns aos outros, rimos sem motivo, choramos pelos mesmos motivos e, hoje, comemoramos juntos a vitória de cada um que alcança o tão sonhado objetivo: a aprovação no concurso público.

      No Damásio Londrina, encontramos conforto e ânimo na companhia de pessoas que vivenciam a nossa realidade e, com isso, fazem com que nos sintamos mais “normais”. Afinal, como é bom ter um lar para onde possamos voltar na segunda-feira, após um fim de semana de provas, sabendo que nossa cabine estará lá, nosso ambiente de trabalho estará nos esperando, nossa sala com ar-condicionado na temperatura ideal, nosso ambiente de intervalos, com cafezinho expresso e pão de queijo à disposição, com sofás confortáveis para os minutinhos de descanso e nossos amigos para nos perguntar da prova, dos resultados, das sensações, das ansiedades.

      Isso tudo porque a gente “só estuda”! E como estuda! Quem tentou estudar em casa, voltou correndo para nossa companhia. Não dá. Ficar em casa não rende e, aos poucos, o estudo vai nos deixando loucos! Dividir nossas angústias com a “Família Damásio Londrina” faz com que a caminhada se torne menos desgastante. O dia a dia e a realidade compartilhada nos permitem ver nossos amigos recebendo sua aprovação e, assim, sabemos que estamos na fila e que, em breve, chegará a nossa vez. Assim seja!

      Minha intenção é agradecer tudo que recebi não só dos profissionais da Unidade Londrina, mas também dos amigos e colegas que dividiram o tempo de cursinho comigo. Também pretendo, com estas palavras, incentivar meus nobres colegas, que tantas vezes me puxaram pelo braço, levantaram minha cabeça e me incentivaram a não desistir do meu sonho: amigos, estudem, dediquem-se ao extremo, tenham disciplina, método e determinação, e não desistam dos seus sonhos, pois vale a pena, demais!

      Se eu pudesse hoje resumir o meu trabalho em uma só palavra, ela seria “realização”. Mas isso é pouco. Como estou entre amigos, posso compartilhar meu sentimento e dizer a todos que ser juíza é uma honra, é trabalho duro, é responsabilidade sem fim, é doação de corpo e alma para que, fazendo a minha parte, contribua para melhorar a vida em comunidade. Parece utópico? Pode ser. Mas é por isso que venho aqui incentivar todos vocês: estudem, pois somente assim, juntos, renovando os quadros do serviço público, transformaremos essa utopia em realidade.

      Tenham com vocês esta frase de Gabriel García Marquez: “Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro de cima para baixo para ajudá-lo a levantar-se”.

      Sejam felizes. Muito obrigada, por tudo. Em especial, por estarem ao meu lado, nesse período que marcou a minha história para sempre. Meu eterno agradecimento àqueles que participaram dessa caminhada. Disponham da minha amizade sincera. Estarei aqui para o que precisarem.

      Com carinho, Gabriela Luciano Borri.

  • Adriana Tayano Fanton

    Aprovada no 173.º Concurso da Magistratura do Estado de São Paulo.
    Atua como Juíza de Direito em Bauru/SP

    Ingressei na Faculdade de Direito de Bauru – Instituição Toledo de Ensino (ITE) – em 1994, tendo colado grau em dezembro de 1997. Destacavam-se a sabedoria e a eficiência dos professores da faculdade e de toda a estrutura oferecida pela mesma. Era necessário, porém, um complemento dos estudos, pois no tempo exíguo do curso, na época quatro anos, não foi possível ter conhecimento da infinidade de matérias e questões que envolvem o ramo do Direito. Foi então que escolhi o Curso do Prof. Damásio, com o objetivo de aprimorar os conhecimentos obtidos na faculdade e de direcionar meus estudos para os concursos públicos, em especial para a Magistratura.

    • Não hesitei. Freqüentei o Curso por um ano e meio, tendo iniciado em fevereiro de 1998 e concluído em julho de 1999. Lembro-me, como se fosse hoje, do Prof. Damásio adentrando pela sala no primeiro dia de aula e nos brindando com sua mensagem de luta e estímulo. Desde o começo, foi fascinante a maneira como os professores abordaram as matérias: totalmente direcionados para aquilo que realmente era indagado nos concursos, de maneira eficiente, técnica, mas, ao mesmo tempo, acessível e extremamente facilitada para a compreensão e memorização pelos alunos.

      Em setembro de 2000, fui aprovada no 173.º Concurso para Ingresso na Magistratura do Estado de São Paulo. Foi gratificante “olhar para trás” e ver que tudo valeu a pena. Todo o sacrifício, as infindáveis horas de estudo, as privações do convívio familiar e social, enfim, tudo agora parece-me pequeno diante da imensa alegria de ter sido aprovada para o ingresso em uma carreira tão brilhante como a da Magistratura, na qual desempenhamos a gratificante função de instrumentos da Justiça.

      Todos estão conscientes das dificuldades do caminho a ser percorrido, mas tenham certeza de que, com dedicação e determinação, nenhum obstáculo os intimidará, de modo que em breve serão coroados com a vitória, com o ingresso nas carreiras jurídicas que tanto almejam.

      Gostaria, por fim, de agradecer a todos os mestres e organizadores do Curso do Professor Damásio, que tiveram fundamental importância em minha aprovação.

  • André Estefam Araújo Lima

    Promotor de Justiça e Professor de Direito Penal Geral
    Direito Penal Especial e Processo Penal no Curso do Prof. Damásio.

    Desde o início de minha vida acadêmica, sempre desejei ingressar no Ministério Público. Ao longo da faculdade, esse desejo se confirmou. Quando não tive mais dúvidas a respeito do que queria para o meu futuro, procurei o Curso do Prof. Damásio, que teve papel decisivo na minha aprovação no concurso de ingresso no Ministério Público de São Paulo. Posso afirmar isso com convicção, pois fui aluno do Prof. Damásio por dois anos e quatro meses (de junho de 1995 a outubro de 1997). Fiz questão de freqüentar o Curso desde o quarto ano da faculdade, marcando presença em todas as aulas até a semana que antecedeu meu exame oral.

    • Eu ingressara no Curso do Prof. Damásio havia poucos meses, quando me inscrevi para um simulado. A maioria das vinte e cinco perguntas soaram como grego para mim. Fiquei abatido e desanimado. Se o ingresso no Ministério Público já era um sonho distante, naquele momento me pareceu ainda mais longínquo. O Prof. Damásio, ciente do grau de dificuldade das perguntas, mandou uma mensagem aos alunos para justificar a dificuldade do teste. Até hoje me lembro do que ela dizia: "Quando você tiver de enfrentar uma batalha, prepare-se para uma guerra". Entendi o recado e passei a estudar mais. Felizmente, o esforço foi recompensado. Em 1997, obtive aprovação no primeiro concurso que prestei para o Ministério Público.

      Entre o sonho – no meu caso, ingressar no Ministério Público – e sua concretização, há uma longa distância a percorrer: o que estudar, conhecer as obras e os autores mais requisitados, dominar as matérias mais exigidas e os temas solicitados com mais freqüência nos concursos, saber qual o entendimento dos Tribunais a respeito dos assuntos polêmicos e quais as leis mais recentes e sua interpretação.

      As respostas a todas essas perguntas obtive no Curso do Prof. Damásio. Isso sem mencionar a qualidade do corpo docente, cujos professores, com sua didática e experiência em concursos públicos, transmitem aos alunos informações precisas, condensadas e extremamente úteis.

      Meu primeiro encontro com o Prof. Damásio ocorreu no início de 1996, quando fui chamado à sua sala. O Professor queria me conhecer pessoalmente, porque havia corrigido um trabalho meu sobre Direito Penal (era um Desafio, exercício contendo casos práticos e perguntas na área penal, que o Prof. Damásio elabora e apresenta aos seus alunos). Fiquei surpreso em saber que o mestre, penalista consagrado, tinha gostado do meu trabalho. Mas minha surpresa maior ocorreu no momento em que o Professor quis saber minha opinião sobre o Curso em geral. Hoje compreendo que boa parte do sucesso deste se deve à imensa preocupação que o Prof. Damásio tem em ouvir constantemente seus alunos a respeito da qualidade do Curso, buscando sempre aperfeiçoá-lo.

      Aos que estão iniciando hoje sua trajetória rumo à meta que definiram para suas vidas, tenho a dizer o seguinte:

      "Quando você realmente quer alguma coisa e está disposto a dar tudo de si para obtê-la, não há objetivo inatingível. Paciência e perseverança são virtudes fundamentais em todas as grandes conquistas. Confie em si mesmo e se questione sempre: 'Será que estou realmente dando o melhor de mim ou tenho condições de progredir ainda mais?'".

  • Carolina Dias Aidar de Oliveira

    Promotora de Justiça Titular da Comarca de Matinhos/PR.

    Ao estagiar junto a uma das Promotorias de Justiça da Comarca de São Caetano do Sul, tive certeza de minha vocação: queria ser Promotora de Justiça. Mas sentia que somente as aulas da faculdade não seriam suficientes para minha aprovação, uma vez que sabia do rigor das provas para ingresso nas carreiras jurídicas. Então, o Promotor com o qual estagiava me recomendou o Curso do Prof. Damásio, que havia freqüentado.

    • Em meados de 1994, quando iniciaria o último ano letivo da faculdade de Direito, matriculei-me, juntamente com uma amiga, hoje Juíza de Direito na capital paulista (e segunda colocada no concurso da Magistratura em 1997), no Curso. Lembro-me de termos chegado bem cedo, por volta das seis horas da manhã, e uma longa fila já se formava em frente ao prédio do Curso. Aquela cena, ao mesmo tempo que me preocupou, foi o início de minha determinação. Com tantas pessoas à procura de preparação para enfrentar um concurso público para ingresso nas carreiras jurídicas, eu teria que realmente me esforçar se quisesse alcançar o sucesso. Não sabia quanto tempo cursaria as aulas preparatórias, mas meus pais foram incisivos ao dizer que eu ficaria até me sentir realmente preparada.

      O início das aulas superou minhas expectativas: era como se eu nunca tivesse cursado Direito! As aulas eram dinâmicas, os professores extremamente preparados e, aos poucos, a vontade de estudar mais e mais foi crescendo. Quando me dei conta, estudava doze horas por dia! A ótica dos temas de Direito abordados nas aulas era muito profunda. Os professores citavam diversos doutrinadores, a posição dos Tribunais e davam dicas importantíssimas de metodologia de estudo, o que, certamente, foi decisivo em minha aprovação.

      Lembro-me, ainda, da aula inaugural com o Prof. Damásio. Ele falou da alta competitividade dos concursos e que a tarefa seria árdua, mas nunca impossível para aqueles que tinham como objetivo na vida o ingresso no Ministério Público ou na Magistratura. Falou, também, que atingiríamos o "momento histórico", quando teríamos o domínio de todas as matérias do concurso e a aprovação seria certa.

      Assim, prossegui nas aulas durante o quinto ano e, depois da minha formatura, continuei no Curso, pois não havia perspectiva para concurso do Ministério Público em SP. Resolvi, então, tentar prestar concurso em outro Estado. O escolhido foi o Paraná. Era final de 1995 e eu, com a caravana do Curso, me dirigi a Curitiba, certa de que havia atingido o tal "momento histórico", mas com muito medo do que viria pela frente. Bom, graças ao Curso do Prof. Damásio, que freqüentei até as vésperas de meu exame oral (abril/96), o que veio pela frente foi o sucesso: fui aprovada com êxito no primeiro concurso público que prestei! Destaco que o Curso soube me preparar para as peculiaridades do exame paranaense, sobretudo para a segunda fase, marcada por cinco dias de provas escritas. Foi com muito orgulho que, pessoalmente, entreguei o convite de minha posse, ocorrida em 31 de maio de 1996, ao Prof. Damásio.

      Aqueles que têm esse mesmo objetivo, tenho uma mensagem: perseverança! Abracem o ideal, tenham afinco nos estudos, não desanimem e o resultado será apenas um: o sucesso!

  • Cleber Rodolfo Carvalho Vasconcelos

    Promotor de Justiça do Estado de São Paulo.

    Ainda no mês dezembro do ano de conclusão do curso de bacharelado em direito, estava numa enorme fila, na calçada defronte ao prédio da rua da Glória, em busca de uma vaga para a concorrida matrícula no Curso do Professor Damásio de Jesus quando, de repente, nas horas iniciais daquela manhã, surge uma pessoa e coloca a mão no meu ombro e diz: “é só o começo da batalha”.

    Olhei para o lado e perguntei: “mas quem é o Senhor?”

    • “Sou o Professor Damásio”, respondeu.

      Fiquei surpreso, pois jamais imaginaria que antes mesmo de entrar para fazer minha matrícula já tinha falado com o Professor Damásio de Jesus, que também, naquela ocasião, ofertou muitas palavras de incentivo, agradecendo eu logo em seguida as mensagens animadoras recebidas.

      Após a matrícula, dirigi-me até um hotel, no próprio bairro da Liberdade, para hospedar-me a fim de iniciar meus estudos de forma concentrada na intenção de ser aprovado.

      Foram longos duros meses de estudo, quase três anos se passaram, e após realizar meu exame oral do Concurso para Ingresso no Ministério Público do Estado de São Paulo, recebi um Código de Processo Penal autografado do Professor Damásio de Jesus com os dizeres “ao futuro colega de Ministério Público” e, dias depois, tive a notícia que tinha sido aprovado. Acabara de saber que já era Promotor de Justiça Substituto. Só faltava, enfim, aguardar o dia para escolha de minha Comarca.

      Todo esforço e dedicação tinham valido a pena.

      Poucas horas de sono, muita incerteza acerca de como percorrer o caminho, mas com um objetivo traçado. Cobranças da família, de amigos, que a toda hora perguntavam se estava dando certo minha opção. Muitas vezes amigos com escritórios de advocacia já estruturados, ganhando dinheiro, questionavam-me quando iria largar tal projeto impossível, mas mesmo assim mantinha minha cabeça erguida em torno de meu objetivo, meu sonho, meu ideal, respeitando a opção de cada qual, o que é muito importante.

      Respeito é fundamental, inclusive com o seu objetivo, e com o dos outros.

      Não foi fácil o caminho, mas posso dizer do fundo de meu coração, foi um período que cresci muito como pessoa, porquanto pude perceber meus limites, pude me conhecer melhor, dar valor a coisas que jamais tinha percebido que existiam e, ao final, meu sonho já era realidade, fruto de meu trabalho, dedicação, fé em Deus e obstinação.

      O Curso do Professor Damásio de Jesus, com professores altamente qualificados, amigos acima de tudo, próximo dos alunos, com palavras animadoras após as aulas e nos corredores do curso, tornou-se um instrumento fundamental para que tudo isso acontecesse.

      Aulas magníficas, um clima de estudo com seriedade, estruturado em todos os sentidos e direcionado para o objetivo traçado, foram, dentre muitos fatores, um grande apoio para que meu sonho tornasse realidade.

      Hoje, aqui no Complexo Jurídico Damásio de Jesus, afianço a você candidato, que aquele mesmo clima vivido quando era aluno permanece muito ativo. O curso cresceu, e muito, mas aquela simplicidade, aquele clima que toma conta de cada um que se propõe a seguir o caminho do sonho é muito presente, este é o verdadeiro espírito do Complexo Jurídico Damásio de Jesus, a relação humana, que faz do curso um celeiro de pessoas realizadas, que arregaçam as mangas para que o objetivo seja alcançado, um verdadeiro investimento pessoal sem preço, que só aqueles que seguem em frente e não desistem sentem o prazer da realização profissional. Um sentimento inigualável de alegria quando seu nome é pronunciado como aprovado.

      Por trás de uma grande obra há muito trabalho, e muito trabalho mesmo, por isso meu conselho é: trabalhe e será recompensado, nada na vida é sem esforço.

      Conheça-se, lute, enfrente o desafio dedicando-se ao máximo, e ele servirá também para que você se torne uma grande pessoa, um excelente profissional, uma pessoa mais compreensiva e mais evoluída, em todos os aspectos.

      Sejam bem-vindos ao Complexo Jurídico Damásio de Jesus, esta marca fica para sempre: a marca do conhecimento e de auto-superação.

      Valeu a pena o investimento !